26.5.08

Cineclube Natal - 124ª exibição: O Planeta dos Macacos

Épico da ficção científica é a atração desta semana do Cineclube Natal

Considerado uma das obras cinematográficas de maior sucesso do mundo, O Planeta dos Macacos fez história por constituir uma crítica social do contexto político e filosófico na década de 60, num tom satírico e pessimista sobre a sociedade humana, a religião e a ciência. O longa foi o primeiro grande filme do diretor japonês, naturalizado americano, Franklin J. Schaffner que posteriormente ganharia o Oscar com o clássico Patton e é a atração do Cine Assembléia, que acontece próxima quinta-feira (29/05) às 18 horas na Assembléia Legislativa.

Planet Of the Apes (Planeta dos Macacos) é considerado um épico da ficção científica e inspirou mais quatro continuações, uma série de TV, adaptações para os quadrinhos e desenhos animados, além de um remake, feito em 2001 e dirigido por Tim Burton. Mas nenhum fez tanto sucesso quanto o original lançado em 1968 e que carregou consigo o Oscar de especial de maquiagem e mais duas indicações para a estatueta.

O enredo baseia-se no livro do francês Pierre Boulle e conta a história de um astronauta americano George Taylor que pousa num planeta semelhante a Terra no ano 3978. Ao explorar o planeta, o astronauta descobre que os humanos são escravizados por espécies de macaco ultra inteligentes que dominam a ciência e a religião no planeta e acreditam ser a evolução da espécie humana. A chegada de Taylor movimenta a comunidade científica dos macacos: enquanto uns defendem a aproximação dos símios com os seres humanos, outros pregam a destruição deles. A narrativa é forte e envolvente e tem um desfecho espetacular.

A entrada no Cine Assembléia é gratuita e durante a sessão será distribuído pipoca para a platéia.

Cine Assembléia
Quinta-feira, 29 de maio
18h
Assembléia Legislativa
Praça Sete de setembro, S/N, Cidade Alta
Entrada gratuita
Classificação etária: 12 anos

[Ficha Técnica: O Planeta dos Macacos]
Título Original: The Planet of the Apes
Gênero: Ficção Científica
Tempo de Duração: 111 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1968
Site Oficial: www.foxhome.com/planetoftheapes
Estúdio: 20th Century Fox
Distribuição: 20th Century Fox Film Corporation
Direção: Franklin J. Schaffner
Roteiro: Michael Wilson e Rod Serling, baseado em livro de Pierre Boulle
Produção: Arthur P. Jacobs
Música: Jerry Goldsmith
Direção de Fotografia: Leon Shamroy
Direção de Arte: William J. Creber e Jack Martin Smith
Figurino: Morton Haack
Edição: Hugh S. Fowler

Curiosidades sobre o filme (fonte wikipedia)

* A série animada Os Simpsons tem muitas referências ao filme. O início do episódio "Simpson Tide" é um sonho de Homer, em que ele está num julgamento, usando a mesma vestimenta que o personagem de Charlton Heston, sendo diferente porque ele está num planeta de rosquinhas. No episódio "A Fish Called Selma", um musical baseado no filme original "O Planeta dos Macacos" de 1968, chamado "Stop the Planet of the Apes, I want to get off!"(Parem o planeta dos macacos, eu quero sair!), estrelando Troy McClure, foi apresentado. O musical tinha músicas como "Dr. Zaius" e "You'll never make a monkey out of me"(nunca farão de mim um macaco). Em outro episódio da série, "Rosebud", que também parodia Cidadão Kane, no final, que se passa no ano 1.000.000 d.C., há uma referência ao Planeta dos Macacos. São mostrados dois chimpanzés com roupas verdes, provavelmente os personagens Cornelius e Zira, e, ao fundo, pode-se ver humanos acorrentados sendo chicoteados por macacos.

* Muitos brinquedos baseados na série televisiva de 1974 foram produzidos, como armas de brinquedo e cenários.

* A banda Frankenstein Drag Queens From Planet 13 fez uma música chamada "Planet Of The Apes", que saiu no álbum Viva Las Violence.

* o grupo alternativo They Might Be Giants incluiu várias músicas escondidas com nomes dos títulos de cada um dos filmes da série original no álbum Severe Tire Damage.

* A banda Screeching Weasel lançou uma música chamada "Planet Of The Apes" no álbum How to Make Enemies and Irritate People.

* No filme Jay and Silent Bob Strike Back, o personagem Jay especula sobre Suzanne a orangotango ser a causa da ruína da humanidade. Ele se imaginou caindo na areia da praia ao ver a Estátua da Liberdade semi-enterrada como o personagem de Charlton Heston, na versão original.


Trailler do filme (em inglês)


Como chegar?
8805 - 4666 / 9406 – 8177 / / 9404 – 8765

3 comentários:

Robson Saldanha disse...

É uma pena que um projeto como o de vocês ainda não tenha a divulgação merecida. Descobri por acaso através do site da Interjato. Sou cinéfilo, amo cinema e ainda me sinto na falta com filmes clássicos. Nunca assisti Planetas dos Macacos, e ao saber que terá essa sessão amanhã, não hesitarei em ir. Estarei lá! A propósito, eu tenho um blog de cinema, escrevo sobre os filmes que vejo! Vou linkar vocês, minha visita aqui será constante!

http://portalcine.blogger.com.br

Pedro Fiuza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Fiuza disse...

Caro Robson,
Ficamos felizes de saber que você agora conhece o Cineclube Natal. Reconhecemos que a nossa divulgação poderia ser melhor, uma vez que muitos natalenses ainda não tomaram conhecimento de nossa instituição e atividades.

Contamos com você para nos ajudar a divulgar o cineclube!

E bom saber que há mais um blogger cinéfilo em Natal. São poucos mais dedicados.

atenciosamente,
Pedro Fiuza